Cuiabá, 16 de Outubro de 2019

POLÍTICA
Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019, 10h:57

Selma desiste de emenda que abria brecha para beneficiá-la em processo de cassação

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Reprodução)

selma arruda.jpg

 

Após repercussão de uma possibilidade em beneficiá-la, a senadora Selma Arruda (PSL) recuou e retirou uma emenda do projeto de lei dos partidos, que apresentou na segunda-feira (16). O texto do projeto foi discutido no Senado, nessa terça-feira (17), mas foi derrubado.

Selma desistiu da emenda apresentada, após ser questionada durante uma reportagem para o Estadão sobre a brecha para beneficiá-la no processo eleitoral da sua cassação.

A emenda tratava de que não apenas os partidos, mas também os candidatos seriam beneficiados com regras mais severas de punições e fiscalização pela Justiça Eleitoral. Segundo a emenda da senadora, os candidatos que tiverem respondendo algum processo – que ainda não teriam sido julgados em 1ª instância -, teriam uma nova oportunidade de refazer suas prestações de contas à Justiça.

A juíza aposentada responde a processos na Justiça Eleitoral, inclusive, o de sua cassação por caixa 2 no montante de R$ 1,2 milhão nas eleições de 2018. O processo ainda será julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por isso, ainda exerce o cargo.

E ainda em meio a tantos holofotes, a senadora deve se filiar ao Podemos, nesta quarta-feira (18), saindo do PSL. Ela diz que a decisão de sair do partido, foi após a “briga” com o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

Ela afirma, em um vídeo públicado nas redes sociais, que não foi apenas pelo fato de ele querer que ela retirasse a assinatura da instalação da CPI da Lava Toga, mas sim pela forma “indelicada” e "desrespeitosa” que a tratou. Segundo a senadora, Flávio gritou com ela durante uma ligação telefônica exigindo a retirada da assinatura.  


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE