Cuiabá, 18 de Setembro de 2018

CUIABÁ

Segunda-feira, 28 de Maio de 2018, 19h:05 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Prefeitura garante liminar e libera combustível para circulação de ônibus

Da Redação

(Foto: reprodução)

EMANUEL

 

A Prefeitura de Cuiabá informa que conseguiu por meio de liminar, a liberação de cargas de combustível que estavam paradas no Distrito Industrial, para atender as empresas de transporte coletivo da Capital. 

 

Devido à paralisação nacional dos caminhoneiros, a Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob), juntamente com as empresas de ônibus que operam o transporte público em Cuiabá, optaram por reduzir a frota em 50%.  

 

A medida de redução foi tomada para atender a população durante esse período de manifestação. Os ônibus estão seguindo com horário de acordo com a escala semanal. As duas cargas liberadas correspondem a um terço (1/3) do combustível, o que atenderá com a racionalização de 50%, até quarta-feira (30). 

 

Cuiabá conta hoje com uma frota de 389 veículos rodando e 80 carros reserva. Cerca de 150 mil pessoas utilizam diariamente o transporte público.

 

“Estamos analisando diariamente como estão essas manifestações e o prefeito Emanuel Pinheiro quer que a população não sofra tanto impacto. Optamos em reduzir a frota e assim estamos trabalhando para atender o pedido do prefeito, para que assim, nenhum bairro fique desassistido”, afirma o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo.

 

A Secretaria de Mobilidade Urbana também reduziu a frota de viatura em 50%, mas continuará com o efetivo normal, mantendo os agentes de trânsito na fiscalização e orientação nos locais necessários, dentro das possibilidades restritas.  A Semob conta com uma frota de 18 veículos e 22 motos, trabalhando em três turnos. 

 

Paralisação

 

A paralisação dos caminhoneiros é uma manifestação nacional e teve início na manhã de segunda-feira (21). O protesto é contra os aumentos no preço do óleo diesel, que estariam tirando a rentabilidade do setor. Carretas e caminhões estão impedidos de passar pelo trecho. Apenas carros de passeio, ambulâncias, ônibus, cargas vivas e perecíveis estão autorizadas a seguir viagem.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Agosto 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br