Cuiabá, 16 de Outubro de 2019

POLÍTICA
Quarta-feira, 08 de Maio de 2019, 20h:32

EM BRASÍLIA

MT busca liberação de recursos para prevenção e combate a incêndios florestais

Única News
Com assessoria

Gcom

O governador Mauro Mendes, juntamente com o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Alessandro Borges, participou de uma reunião nesta quarta-feira (08) com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em Brasília. A pauta principal da reunião foi a liberação de recursos do Fundo Amazônia para o projeto de prevenção e combate a incêndios florestais executado pelo CBMMT.

Também participaram desta agenda o deputado federal José Medeiros e o chefe do Escritório de Representação de Mato Grosso em Brasília, Carlos Fávaro. "Estamos buscando mais recursos para reestruturação das unidades do Corpo de Bombeiros, para que elas também possam prestar um serviço ambiental na preservação das nossas áreas, parques estaduais e também federais. Tudo realizado em parceira entre os governos estadual e federal", frisou Mauro Mendes.

O Fundo Amazônia é um recurso oriundo de doações de países europeus, gerido pelo BNDES, em parceria com o Ministério do Meio Ambiente. O recurso é destinado a investimentos em ações de mitigação do aquecimento global. Entre os fatores que contribuem para a produção de gases do efeito estufa estão a pecuária e os incêndios florestais, abundantes em Mato Grosso.

O ministro Ricardo Salles se comprometeu em atender a solicitação que permitirá expansão das ações do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), que inclui treinamento de militares, compra de equipamentos, reforma do espaço onde foi instalada a unidade e a construção da Base Aérea de Combate a Incêndios Florestais em Sorriso.

"Além disso, o Corpo de Bombeiros Militar também capacita e organiza os brigadistas florestais e civis contratados pelas prefeituras que são empregados em ações de combate e prevenção de incêndios florestais", explica o comandante Alessandro Borges.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE