Cuiabá, 08 de Dezembro de 2019

POLÍTICA
Quinta-feira, 05 de Setembro de 2019, 18h:17

ANUNCIOU RECURSOS

Ministro questiona gestão da reitora da UFMT: "pode ter bilhões e vai terminar mal"

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Chico Ferreira/GD)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou na tarde desta quinta-feira (5), em Cuiabá, um recurso de R$ 13 milhões para a Capital, Várzea Grande e Lucas do Rio Verde, destinados a mobiliário, climatização, ônibus e construção de creches.

Weintraub informou que ainda em setembro os recursos vão começar a contingenciar e fluir para normalizar as contas da educação no Estado, principalmente da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

O ministro, que chegou na Capital no início da tarde, foi recebido no Aeroporto Marechal Rondon com vaias e protestos da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso (Adufmat) e do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica de Mato Grosso (Sinasefe-MT). Eles questionavam os cortes feitos na educação este ano pelo Governo Federal.

Abraham comentou sobre a gestão da reitora da UFMT, Myrian Serra, dizendo que o único caso de uma universidade ficar sem energia, por seis horas, foi em Mato Grosso. “Uma gestão ruim pode ter bilhões e vai terminal mal, como foi aqui”.

A reitora alega que a unidade está enfrentando uma dificuldade financeira, mas o ministro deixou claro que se trata de “fruto da gestão que ela mesma fez”. Ele esclareceu que a universidade vai receber o recurso como as outras e que espera que o dinheiro seja utilizado da maneira correta.

“A gente pede a prestação de contas para que o recurso seja liberado. Como a reitora não desenvolveu uma credibilidade muito grande com a nossa equipe, a gente está soltando igual para todo mundo. É uma universidade importante. A UFMT é o terceiro maior orçamento do Estado. O maior é do governo do Estado, o segundo é de Cuiabá, e essa senhora administra um orçamento bilionário. Não é pouco dinheiro que está na mão dela”, completou Weintraub.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE