Cuiabá, 14 de Dezembro de 2019

POLÍTICA
Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019, 18h:17

SOBREVOOU EM CHAPADA DOS GUIMARÃES

Ministro participa, em Mato Grosso, de encontro com comandantes militares da Amazônia Legal

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Mayke Toscano/Secom-MT)

Em visita a Mato Grosso, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, passou, ao lado do governador Mauro Mendes (DEM), por pontos turísticos de Chapada dos Guimarães (a 65 km de Cuiabá), em um sobrevoo, na tarde desta quinta-feira (21). O ministro participou também de encontro com todos os Comandantes Gerais do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar dos nove estados que compõem a Amazônia Legal.

O governador apresentou para o ministro projeto de construção para o ponto turístico conhecido como “Portão do Inferno” e o da cascata “Véu de Noiva”.

Um dos pontos conversados entre o governador e o ministro foi o de ações de preservação ao meio ambiente para tentar assegurar que o ecossistema e as belezas naturais do Estado continuem intactas.

"Falamos da prevenção, para o próximo ano, aos focos de incêndio em toda a Amazônia. É importante esse trabalho conjunto, com apoio do Governo Federal, do nosso presidente Jair Bolsonaro e do Ministério do Meio Ambiente. No ano que vem, se Deus quiser, vamos estar mais preparados para este desafio", afirmou.

Salles veio até Mato Grosso para participar, também, do Encontro dos Comandantes Gerais do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar da Amazônia Legal. O ministro aproveitou para ressaltar a “sinergia” do Governo Federal com os estados que integram a Amazônia.

"Os comandantes da Amazônia têm o apoio total desse Governo. Esse trabalho é importante e temos investido tanto em prevenção quanto em equipamentos", disse o ministro.

Segundo Mendes, na reunião foram discutidas diversas ações, normas e procedimentos para cooperar com experiências e equipamentos que os nove estados têm acumulado.

“Nós, os nove estados, temos a realidade muito semelhante umas das outras e será muito importante todo esse trabalho de planejamento para que, em 2020, nós tenhamos resultado no combate a incêndios florestais diferente de tudo que aconteceu em 2019”, disse Mendes.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE