Cuiabá, 20 de Outubro de 2018

DISPUTA PELO GOVERNO

Sexta-feira, 04 de Maio de 2018, 10h:09 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Mauro volta a se esquivar sobre data para definir candidatura, mas não descarta ser vice de Pivetta

Jéssica Moreira

(Foto: Reprodução/Web)

Mauro Mendes 3.jpg

 

Em entrevista à Rádio Capital FM, o ex-prefeito de Cuiabá e empresário Mauro Mendes (DEM), voltou a se esquivar quanto a uma data para se posicionar sobre sua candidatura, na disputa pela Governadoria do Estado, nas eleições deste ano. Entretanto não descartou a possibilidade ser vice do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde (360 km de Cuiabá),Otaviano Pivetta (PDT). Aliás, amigos de longas datas. “Já fui vice em muitos lugares, sempre gosto de contribuir”.

 

Voltando, no entanto, a reiterar, que a definição sobre candidaturas que deverão se opor à reeleição de Taques devem ser  definitivamente escolhidas nas convenções partidária em julho. Antes desta data todas as discussões vão ficar no campo das especulações. 

 

Quando questionado sobre sua candidatura e sobre a demora em dar uma resposta, o ex-prefeito de Cuiabá, disse que precisa resolver alguns assuntos de sua empresa, destacando que, no entanto, tem um desejo, inclusive, declarado em participar da disputa. “Eu gostaria de contribuir, gostaria de ser candidato, porém tenho alguns problemas pessoais que precisam ser solucionados, antes que eu tome, em definitivo, uma decisão. Se eu conseguir resolver em tempo, me coloco a disposição. Entretanto, preciso ressaltar, até para não prejudicar o andamento das discussões, que não tenho pedido a ninguém que fique me esperando”. 

 

Mendes assim como a maioria dos integrantes do DEM não aprovam a reeleição de Pedro Taques (PSDB), tanto que assinaram um documento – uma carta manifesto -, apresentando explicações que pautariam um grupo de ex-aliados do gestor tucano em repudiar a sua disputa por uma reeleição pelo comando do Palácio Paiaguas.

 

Está e a primeira eleição que Mendes não estará ao lado de Taques. Nas últimas duas, para o Senado da República e na disputa pelo governo do Estado em 2014, ele [Mauro], o deputado pedetista Zeva Viana e o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta, marcharam junto com Taques. Como o governador também ficou ao seu lado na disputa vitoriosa pela prefeitura da Capital. 

 

Enquanto Mauro não define sua candidatura, Taques terá que conviver com o bloco de oposição, dividido entre os que querem a candidatura de Pivetta e Mendes e outro, agora com a ajuda do ex-vice-governador e presidente do PSD, Carlos Fávaro que se definiu publicamente em favor da candidatura de Wellington Fagundes (PR), para comandar o Paiaguás.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Setembro 2018

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br