Cuiabá, 14 de Novembro de 2018

ACOMPANHE PELO FACEBOOK

Sexta-feira, 03 de Agosto de 2018, 07h:56 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Mauro Mendes é o convidado da Live do Única news nesta sexta-feira

Marisa Batalha
Da Redação

(Foto: Reprodução/assessoria)

Mauro Mendes.jpg

 

O ex-prefeito de Cuiabá, o democrata Mauro Mendes, pré-candidato ao governo é o convidado especial da Live do Site Única News desta sexta-feira (03), às 10 horas.

 

Quem quiser fazer perguntas ao vivo, pode fazê-las por meio da página do Única News, no Facebook.

 

Mauro foi um dos 31 ex-aliados do governador tucano, Pedro Taques que assinou uma carta manifesto, em 29 de abril deste ano, que explicava à população mato-grossense os motivos pelos quais não apoiariam a reeleição do gestor.

 

Dentre as razões mais fortes para não apoiar o gestor tucano, em sua disputa para voltar a comandar o Palácio Paiaguás, estariam os argumentos de que Taques teria passado a maior parte de seu governo “olhando no retrovisor” e culpando a gestão passada, sob o comando de Silval Barbosa, pela crise instalada no Estado. Assim, tendo sido incapaz de criar uma agenda positiva para Mato Grosso.

 

No manifesto, ainda foi revelado o profundo sentimento de decepção de seus ex-apoiadores, após observarem que as maiores marcas da atual gestão seriam as intrigas, excesso de vaidade, sensível piora nos serviços públicos, falta de planejamento, promessas não cumpridas, além de inúmeras placas lançadas sem um centímetro de obra iniciada.

 

Mas, para quem ganhou uma eleição ao governo sob a égide da anticorrupção, a decisão de não apoiar Taques se pautou principalmente, nesta contradição. Após os constantes escândalos como da Seduc, que resultou na operação Rêmora, por desvios milionários em licitações para reformas e construções de escolas no Estado. Os escândalos no Detran e a a instalação de uma rede de escutas ilegais que ficou nacionalmente conhecida como Grampolândia Pantaneira.

 

Hoje, indo para as convenções com uma chapa fechada, neste final de semana, o grupo liderado pelo democrata, tem um arco de alianças composto pelos maiores partidos do Estado como o PDT, o PSD, o MDB e DC.

 

Ainda que em jantar realizado nesta última terça-feira (31), no apartamento do famoso jurista Eduardo Mahon, onde estavam as principais lideranças das legendas aliadas ao DEM, o presidente da sigla, o deputado federal Fábio Garcia, tenha garantido que até as convenções 'muita água deve passar por debaixo da ponte', ao se referir as negociações em andamento com outros partidos para compor com o ex-prefeito de Cuiabá, nestas eleições. Ou seja, com possibilidades que as alianças ainda cresçam.

 

Assim continuam em aberto as conversações com PP do deputado federal Ezequiel Fonseca, o PTB de Chico Galindo e ainda a Frentinha composta por sete partidos - Podemos, Prós, PHS, DC, PMN, Avante e PRP- coordenada pelo senador José Medeiros, que mesmo tendo sido cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral, deve disputar a Senatoria, por meio de chapa avulsa, já que a decisão cabe recurso.

 

Com o maior tempo de propaganda eleitoral no rádio e TV, em torno de 2 minutos e 16 segundos para o programa eleitoral que ao todo, serão 10 minutos para os candidatos ao governo, Mauro sempre que conversa com jornalistas faz questão de frisar que não quer discutir com Taques. Mas, as mudanças necessárias para tornar o Estado viável. Mas, leve para quem vem apostando empresarialmente todas as fichas em Mato Grosso e que tem amargado dias difíceis, como consequência da má gestão do governador tucano.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Outubro 2018

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br