Cuiabá, 25 de Junho de 2018

A PEDIDO DO MPE

Sexta-feira, 02 de Março de 2018, 10h:20 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Justiça dá prazo de 60 dias para prefeitura quitar dívidas com hospital

Da Redação

(Foto: MPE-MT)

mpe-MT.jpg

 

A prefeitura municipal de Dom Aquino (229 km distante de Cuiabá) tem 60 dias para quitar todas as prestações, que estão pendentes de pagamento com a Associação mantenedora do Hospital Bom Jesus (Sociben).

 

A determinação é da Justiça, após acatar pedido liminar do Ministério Público do Estado. Que ainda exigiu que dentro do mesmo prazo, o chefe do executivo municipal, Josair Jeremias Lopes, deverá tomar todas as providências para que haja a regularidade dos repasses mensais, sob pena de bloqueio do valor na conta do município e pagamento de multa de R$5 mil por descumprimento da liminar.

 

De acordo com o promotor de Justiça Adalberto Ferreira de Souza Junior, “a situação de inadimplência se arrasta há anos, tornando insustentável a prestação de assistência médico hospitalar aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Por falta de recursos o Hospital Bom Jesus se encontra impossibilitado de adquirir medicamentos e insumos básicos, mesmo aqueles essenciais ao desempenho de sua atividade fim”, afirmou.

 

Consta na ação, que a pedido da associação o MPE realizou reunião conjunta entre representantes da Sociben e poder executivo a fim de tratar acerca do valor inadimplente que em abril de 2017 somava R$ 401 mil. Na ocasião foi definido como seriam feitos os repasses e os valores das parcelas, porém passado alguns dias a associação informou que a reunião teria sido infrutífera tanto em relação ao pagamento dos valores em atraso, quanto em relação à renovação do convênio para o atendimento da população.

 

Segundo o MPE, a ação visa garantir que o município de Dom Aquino cumpra integralmente o convênio firmado com a mantenedora do hospital visando a manutenção dos atendimentos prestados à sociedade há mais de 30 anos sem os quais a população não terá atendimento médico fora dos horários de funcionamento das unidades básicas de saúde, feriados, finais de semana e pontos facultativos, além dos procedimentos mais complexos prestados somente na unidade hospitalar.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Maio 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br