Cuiabá, 20 de Janeiro de 2020

POLÍTICA
Sexta-feira, 30 de Agosto de 2019, 15h:31

OPERAÇÃO SODOMA

Juíza manda Malouf comprovar escritura de apartamento de luxo bloqueado

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Reprodução)

A juíza Ana Cristina Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, determinou que o empresário Alan Ayoub Malouf apresente comprovação da escritura de um apartamento no condomínio Forest Hill, na Rodovia Emanuel Pinheiro, na capital. O imóvel foi dado pelo empresário como substituição ao bloqueio de contas determinado pelo Poder Judiciário, na terceira fase da Operação Sodoma.

Segundo as investigações da Sodoma, Alan Malouf participou de lavagem de dinheiro desviado pela desapropriação de uma área no bairro Jardim Liberdade, na Capital, em que a propina chegou ao montante de R$ 1 milhão.

O valor, que foi pago pelo ex-secretário da Casa Civil, Pedro Nadaf, é referente a um serviço prestado pelo buffet do empresário, “Novo Sabor Refeições Coletivas Ltda.”, na posse do então governador Silval Barbosa, em 2011.

O empresário teve as contas bloqueadas devido a uma ação da Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e contra a Administração Pública e o Ministério Público de Mato Grosso, no âmbito da Operação Sodoma 3. Malouf é sócio do Buffet Leila Malouf e também já foi envolvido na Operação Rêmora, em que acordou uma colaboração premiada.

“Deste modo, intime-se a defesa de Alan Ayoub Maluf para comprovar nos autos a escrituração do imóvel dado em substituição ao bloqueio de contas efetuado por este juízo, devendo, para tanto, apresentar a certidão de inteiro teor e a matrícula atualizada do bem Unidade 301, Condomínio Foreste Hill, localizado na Rodovia Emanuel Pinheiro, bairro Ubirajara”, decidiu a juíza.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE