Cuiabá, 08 de Dezembro de 2019

POLÍTICA
Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019, 09h:16

OPERAÇÃO ARQUEIRO

Juiz adia audiência de processo contra Roseli Barbosa e cabo Gerson não depõe

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Reprodução)

O juiz da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Jorge Luiz Tadeu, adiou a audiência para delação premiada do cabo da Polícia Militar, Gerson Luiz Corrêa Junior, na tarde dessa terça-feira (12), em Cuiabá. Gerson, apontado como o responsável em operar o esquema de interceptações ilegais em Mato Grosso, iria depor sobre fraudes descobertas na Operação Arqueiro.

A Arqueiro investiu esquema de fraudes em convênios na Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso (Setas), na gestão da ex-primeira-dama Roseli Barbosa, em 2014 – esposa do ex-governador Silval Barbosa.

Gerson seria ouvido pela Justiça, após ele afirmar que houve “barriga de aluguel” na investigação.

A audiência foi adiada, já que a defesa de Roseli Barbosa não juntou nos autos os devidos anexos com seus depoimentos. A defesa apresentou apenas os termos do seu acordo de delação premiada.

O juiz explicou que já foi determinado que as defesas anexassem junto à colaboração premiada as provas que seriam apresentadas durante a colaboração.

A audiência foi remarcada pelo magistrado para o dia 27 de novembro.

O casal Barbosa firmou acordo com a Justiça, em 2017, para citar todos os esquemas de corrupção ocorridos naquela gestão.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE