Cuiabá, 21 de Maio de 2019

POLÍTICA
Quinta-feira, 25 de Abril de 2019, 09h:58

PEDE AUDITORIA GRATUITA

Janaína cobra sensibilidade do TCE para ajudar a resolver problemas da Santa Casa

Euziany Teodoro e Fernanda Nazário
Única News

(Foto: AL-MT)

A deputada estadual Janaína Riva (MDB), presidente interina da Assembleia Legislativa, elencou o fechamento da Santa Casa de Cuiabá como prioridade em seu período frente à Casa de Leis. Na tentativa de solucionar o problema e ajudar a reabrir as portas do hospital, ela tem buscado diálogo com outros órgãos públicos.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) foi alvo de reclamações da deputada nas redes sociais, na noite desta quarta-feira (24). “Tentei falar hoje por várias vezes com o presidente do TCE/MT para levar um requerimento de todos os deputados solicitando que o órgão fizesse a auditoria nas contas da Santa Casa, uma vez que a instituição não tem recursos pra contratar uma auditoria privada. Mais uma vez ficamos de mãos atadas, pois sequer fui atendida.”

Janaína afirma que o TCE é órgão auxiliar da Assembleia. “Chega a ser desrespeitosa a forma que o Tribunal de Contas se porta diante da Assembleia. Quero deixar claro, mais uma vez, que o TCE Mato Grosso é um órgão auxiliar da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso e não ao contrário”, disse.

Os deputados protocolaram, na manhã de hoje (25), um pedido para que o TCE faça a auditoria na Santa Casa. “Hoje oficiamos esse pedido, pela mesa diretora, e vamos aguardar a manifestação deles. A Santa Casa é uma empresa privada, mas que recebe recursos federais, estaduais e municipais. Pedimos que eles façam como uma cortesia mesmo. É um pedido do Estado. Todo mundo quer resolvido e finalmente vamos saber qual realmente é o passivo da Santa Casa”.

Segundo Janaína, o TCE teria a prerrogativa de fazer uma auditoria gratuita e imparcial, diferente de uma auditoria que possa a vir ser contratada pela direção do hospital, podendo ser contestada posteriormente.

“Na minha opinião, deveria haver maior interesse em contribuir com essa questão. Recebi aqui o Ministro da Saúde, Henrique Mandetta, o Governo do Estado, a Prefeitura de Cuiabá e a diretoria da Santa Casa, que já disse que não tem recursos pra fazer uma auditoria. O mínimo que o TCE poderia fazer é oferecer essa auditoria de forma gratuita e imparcial. Depois dela, a gente pode pensar num plano de reestruturação”.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE