Cuiabá, 16 de Outubro de 2018

ELEIÇÕES 2018

Segunda-feira, 08 de Outubro de 2018, 16h:19 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Janaina diz que a profecia se cumpriu e Taques não se reelegeu

Luana Valentim
Da Redação

Foto: (Alair Ribeiro)

JANAINA

 

A deputada estadual Janaina Riva (MDB), reeleita neste domingo (7), com 3,4% totalizando 51.546 mil votos, destacou que pretende atuar na base aliada do governo e comemorou o fato de ser a primeira deputada estadual a vencer em primeiro lugar em Mato Grosso.

 

Ela pontuou que com a reeleição aumenta a sua responsabilidade, sendo um dever ainda maior com os mato-grossenses e uma demonstração da confiança das pessoas no seu trabalho. 

 

Janaina, foi líder da oposição do governo nestes quatro anos, declara que foi massacrada e pisoteada neste tempo. No entanto, revela que irá voltar para a Assembleia Legislativa de cabeça erguida, confiante e com a certeza de que poderá fazer mais pelo Estado.

 

“Espero que agora, o governador seja parceiro da Assembleia e tenha os deputados como o seu aliado. Eu acho que isso é importante para a Assembleia e também para mim como deputada. O Estado quer me ver ajudando os municípios por meio de um governo que viabilize isso”, destacou.

 

A deputada chegou a declarar nas suas redes sociais que no dia 31 de dezembro iria arrancar o atual governador Pedro Taques (PSDB) do Palácio Paiaguás. Ela destaca que essa profecia já se cumpriu e que falou isso por andar pelo Estado e conversar com as pessoas.

 

“Eu vi que o governador já não tinha mais viabilidade, nem credibilidade para se manter, mas diferente dele que olhou o tempo todo para o retrovisor, essa página eu vou virar no dia que ele deixar de ser governador. Quero olhar para frente, pensar no Estado e no futuro de Mato Grosso, pois, essa é a minha obrigação”, disparou.

 

Não pretendendo focar na gestão de Taques, Janaina disse que é preciso superar essa administração e fazer um resgate de Mato Grosso de agora em diante.

 

Ela preza uma atitude independente na Assembleia, mas não descarta a possibilidade de compor a base governista. No entanto, relata que tudo dependerá de como o novo governador, Mauro Mendes (DEM), deseja conduzir o seu mandato.

 

“Essa possibilidade também existiu quando Pedro Taques foi eleito. Quem fechou as portas foram ele. E eu acabei me tornando a líder da oposição”, afirmou.

 

Quanto a renovação da bancada, Janaina vê de forma positiva para a Casa, destacando a importância do novo para o parlamento, além de demonstrar que o eleitor está atento e declara que sempre alertou os colegas sobre o descontentamento dos mato-grossenses com a atitude da Assembleia.

 

“Eu só quero lembrar e comemorar o fato de ser a primeira mulher da história de Mato Grosso a liderar uma disputa para deputada estadual em primeiro lugar. Isso para nós mulheres também é importante, além de ser uma demonstração de que as mulheres querem se empoderar e escolher uma representante. Estou feliz de ter sido escolhida”, destacou.

 

Sobre a possibilidade de vir a ser a nova presidente da Casa, Janaina disse que terá que avaliar com os deputados eleitos, desejando se sentar com todos para discutir um plano e uma meta para a Assembleia. ‘Não quero colocar o carro na frente dos bois, mas dar um passo de cada vez’.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Setembro 2018

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br