Cuiabá, 21 de Agosto de 2018

EFEITO DOMINÓ

Quarta-feira, 23 de Maio de 2018, 10h:42 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Janaina acredita que delação de Malouf possa derrubar Taques

Rafael Machado

Carlos Eckert/Única News

Janaina Riva

 

Uma das opositoras mais ferrenha do governador Pedro Taques (PSDB), a líder de oposição na Assembleia Legislativa, Janaina Riva (MDB) acredita que a delação premiada do empresário Alan Malouf - que ainda sua defesa nega -, pode afastar o tucano do comando do Palácio Paiaguás. A hipótese foi dita pela emedebista durante entrevista para o Live do Site Única News, no Facebook, desta quarta-feira (23).

 

"Hoje essa [delação] é que me dá mais perspectiva do afastamento do governador. Porque, estou acompanhando através da imprensa, inclusive fiz um ofício ontem [terça-feira, 22], ao ministro [do Supremo Tribunal Federal, STF], Luís Roberto Barroso pedindo celeridade, porque nós estamos falando de caixa dois de 2014 e estamos à beira de uma nova eleição, quer dizer aquelas pessoas que foram enganadas lá atrás elas não podem correr o mesmo risco agora", disse.

 

"Então eu quero dar celeridade para as pessoas possam ver quem realmente quem é o Pedro, através do olhar de um dos seus melhores amigos: Alan Malouf", acrescentou.

 

Durante a entrevista, a parlamentar ainda revelou que o governador chegou a morar em um apartamento de Malouf em São Paulo durante dez anos. Ao refutar algumas declarações do gestor tucano 'de que não só não conhecia o empresário, como Maluf não teria sido o responsável pelo Financeiro de sua campanha em 2014'.

 

"As pessoas não sabem, mas o Pedro Taques chegou a morar no apartamento do Alan Malouf. Chegou a morar em São Paulo, inclusive isto está na delação. Mas, como a senhora sabe disso? Eu sei disso porque estou no meio da 'rádio-peão'. Segundo o que me disseram, ele chegou a morar no apartamento do Maluf e que a conta de luz ficou no nome do Pedro Taques, ou vice e versa, por mais de dez anos. Você deixa a conta de luz na mão de qualquer um? Você deixa o financeiro de sua campanha com qualquer um?", questionou.

 

Janaina acredita que o afastamento de Taques, possa ocorrer antes da eleição pelo Supremo Tribunal Federal.

 

"Acho que essa pode afastá-lo, inclusive através do STF, talvez nem seja pela Assembleia Legislativa, isso pode vir lá de cima, essa ainda é minha perspectiva de que isso ainda aconteça neste ano", pontuou.

 

Em dezembro, a juíza aposentada da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, Selma Arruda, condenou Alan Malouf há mais de 11 anos de prisão no âmbito da operação Rêmora, por liderar uma organização criminosa que teria fraudado licitações da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) com o objetivo de desviar recursos públicos, por meio de licitações para obras e reformas de escolas no Estado.

 

Delação

 

Segundo informações veiculadas na semana passada pelo VG Notícias, o empresário Alan Malouf teve sua delação premiada homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), após ter sido avalizada pela Procuradoria-Geral da República (PGR). A delação dele deverá causar bastante transtorno para alguns tucanos, em alta posição política em Mato Grosso e pode atingir até mesmo o governo de Taques.

 

Durante depoimento à Justiça, em junho de 2017, no processo da Operação Rêmora, o empresário confessou que teve caixa dois durante a campanha de Taques ao governo. O governador nega às declarações do empresário. Sobre a delação de Malouf, a defesa nega o benefício, mas afirma que ele tem colaborado com à Justiça quando é convocado.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. julho 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br