Cuiabá, 22 de Setembro de 2018

PROMESSAS DE 2014

Quinta-feira, 12 de Julho de 2018, 14h:13 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Governador vê apelação de adversários em vídeos que circulam nas redes

Da Redação

(Foto: divulgação)

pedro taques.jpg

 

Não bastando as críticas que tem recebido ininterruptamente de seus adversários políticos, muitos ex-aliados de longas datas e que, atualmente, realizaram um verdadeiro levante contra ele, o governador Pedro Taques (PSDB) agora tem sido alvo de outro tipo de ataque: vídeos clandestinos disseminados nas redes sociais denunciando promessas de campanha supostamente não cumpridas por ele.

 

Também conhecido, principalmente em período eleitoral, como apócrifos. Eles têm circulado pelo WhatsApp em vários grupos e, em particular, de jornalistas. A mensagem é enviada pelo número com prefixo 82, de Alagoas. 

 

Imagens do tucano, virtual candidato à reeleição, são reproduzidas em vídeos gravados de sua campanha de 2014 – ano em que foi eleito para o cargo -, mas inteiramente editados como forma de distorcer ao máximo a mensagem. Com o título ‘Mentiras de Pedro Taques, Mentira #1’, o vídeo se inicia com discursos do governador em que fala de suas propostas, como, terminar as obras inacabadas e paralisadas da gestão anterior, Silval Barbosa.

 

Em seguida, matérias de sites e jornais aparecem relatando a situação atual de cada uma delas – ainda não finalizadas – como o caso do VLT e os COTs do Pari e da UFMT.Além de ter como música de fundo, com dizeres de ‘mentiroso, não acredite no que esse cara fala, esse ‘cara é mala’.

 

Taques não é o primeiro político a ser alvo do chamado ‘terrorismo eleitoral’, principalmente na utilização da música para fazer referência a sua gestão. 

 

Além dos vídeos foi também realizada uma montagem com fotos onde Taques aparece ao lado de seu primo, Paulo Taques, seu ex-secretário da Casa Civil, preso no dia 9 de maio, após ser deflagrada a operação Bônus, na 2ª fase da operação Bereré, acusado de ter participado de um esquema que desviou R$ 30 milhões do Departamento Estadual de Trânsito. 

 

Lembrando que o período de campanha eleitoral ‘oficial’ só irá se iniciar após as convenções que ocorre entre 20 de julho e 5 de agosto. 

 

Em resposta aos vídeos apócrifos, o gestor tucano Taques assegurou saber quem são os autores e que na hora certa dirá seus nomes.

 

Ainda afirmando que em política isto é típico de quem faz o ‘diabo para ganhar eleição’. ‘

 

Eu não faço o diabo para ganhar nenhuma eleição, eu não faço nada errado para ganhar eleição. Porque, quem faz errado para ganhar eleição com certeza vai roubar. E não é o meu caso”, afirmou Taques.

 

Letra da música de fundo dos vídeos

 

"Ei, psiu, mentiroso, homem sem palavra

Mentiroso, não acredita em nada que ele fala, 

Esse cara é mala, esse cara é mala. (2x)

 

Ele é trapaceiro, é cascateiro, é enrolão,

O papo dele derruba avião. (2x)

 

Ele fala que te ama, não é verdade,

Dá uma de santinho, mas é só falsidade. (2x)

 

Mentiroso, não acredita em nada que ele fala, 

Esse cara é mala, esse cara é mala. (2x)

 

Ele não faz nada, promete e não vai fazer,

Só sabe prometer, só sabe prometer. (2x)

 

Ele é conhecido, como o rei da mentira,

Não posso acreditar nesse homem traíra (2x)

 

Mentiroso, não acredita em nada que ele fala, 

Esse cara é mala, esse cara é mala. (2x) [Fim]".

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Agosto 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br