Cuiabá, 24 de Maio de 2018

"POLÊMICO"

Segunda-feira, 05 de Fevereiro de 2018, 12h:05 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Galli jura que não é homofóbico, mas revela que Globo é faculdade para ‘safadeza’

Wellyngton Souza

(Foto: Reprodução)

maxresdefault.jpg

 

O presidente do Partido Social Cristão e deputado federal, Victório Galli, voltou a disparar duras críticas com relação a TV Globo e o comportamento de homossexuais, durante entrevista na Rádio Capital, na manhã desta segunda (5). O parlamentar que é contra o envolvimento de duas pessoas do mesmo sexo, afirmou que não é homofóbico e classificou a emissora como 'Globolixo'.

 

"Tem muita mídia que me taxa como homofóbico e não tem nada disso. Eu não sou isso. Eu simplesmente tenho direito de colocar minhas opiniões. É globolixo, safadeza. Ela está descumprindo aquilo que está na Constituição. Ali é uma faculdade onde se ensina os maridos a traírem suas esposas e vice-versa, além de ensinarem os filhos a desobedecerem aos pais", ressaltou.

 

Galli apresentou um requerimento na Câmara dos Deputados, em Brasília, para cobrar explicações sobre a programação da emissora Rede Globo. Para Galli, a emissora descumpre o preceito constitucional, de que a comunicação serve para promover a educação.

 

"Opinião dos outros não me domina. Se quiser votar em min vota, eu não nasci deputado, não nasci professor, não nasci crente, pastor, eu nasci homem. Eu tenho amigos gays, tenho gay na minha família. Eles não vão na rua fazer bagunça, dois gays não formam família. Quem forma é homem e mulher. É princípio cristã e estão querendo torcer isso", ressaltou.

 

Na última semana, também na Rádio Capital, Galli parabenizou o governador Pedro Taques por anunciar que não irá investir no Carnaval deste ano.

 

"Essa festa não passa de um período de safadeza, sexualismo e muita desgraça. O governador está de parabéns. Se todos do Executivo fizessem isso nós iríamos economizar milhões. Isso não é diversão. Tem tantas outras opções em que as pessoas podem lançar mão para se divertir, como por exemplo, uma partida de futebol, corrida de bicicleta, pescaria. Carnaval vem da palavra carne, que é uma festa profana", disse.  (Com informações da Rádio Capital)

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Abril 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br