Cuiabá, 22 de Julho de 2017

SEGUNDO ONG

Domingo, 16 de Julho de 2017, 11h:17 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Fidelidade a Temer rende a Bezerra e Fábio Garcia R$ 5 milhões em emendas parlamentares

Da Redação

(Foto: Montagem)

Deputados-Bezerra e Garcia.jpg

 

A votação a favor do presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) rendeu ao presidente estadual do PMDB em Mato Grosso e deputado federal Carlos Bezerra R$ 4,7 milhões em emenda parlamentar. E ao deputado federal Fábio Garcia (PSB) cerca de R$ 300 mil.

 

Dos R$ 134 milhões liberados pelo governo federal para 36 dos 40 deputados que se mostraram fiel ao presidente da República, R$ 5 milhões foram destinados para dois dos oito deputados da bancada federal de Mato Grosso, de acordo com informação foi divulgada pelo G1, neste final de semana, com base em um levantamento realizado pela ONG Contas Abertas.

 

Bezerra que abocanhou uma quantia vultuosa, aparece em 10º na lista feita de acordo com a quantidade recebida, já Fábio ficou no 36º lugar, sendo o último e o que menos recebeu em emendas

 

Ainda conforme a matéria, o Palácio do Planalto declarou que as emendas são uma imposição legal e que o governo só está cumprindo a lei. Emendas parlamentares são recursos previstos no Orçamento, cuja aplicação é indicada pelo parlamentar.

 

Esse dinheiro tem de ser obrigatoriamente empregado em projetos e obras nos estados e municípios. A liberação dos recursos é obrigatória, e o governo tem todo o ano para realizar os repasses.

 

Contudo, de acordo com o secretário-geral da ONG, Gil Castello Branco, os R$ 134 milhões liberados em junho representam um valor “absolutamente atípico para o período”. 

 

“Isso não é uma ilegalidade”, disse Castello Branco, mas, segundo ele, neste ano o governo concentrou um grande volume de recursos no mês de junho. Antes, afirmou, “não tinha sido empenhado praticamente nada”.

 

Para efeito de comparação, entre janeiro e maio, o governo liberou, ao todo, pouco mais de R$ 102 milhões a todos os parlamentares. Somente em junho, foram R$ 2,02 bilhões, empenhados para parlamentares de 27 partidos e bancadas estaduais. O partido de Temer, o PMDB, recebeu R$ 284,2 milhões.

 

Nos seis primeiros dias de julho, segundo o levantamento da ONG, as emendas liberadas somaram R$ 94,5 milhões a mais do que em qualquer um dos cinco primeiros meses do ano. 

 

“Essa é a expressão em números de que o governo deixa essas liberações às vésperas de votações importantes na tentativa de obter os votos”, declarou Castello Branco.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Junho 2017 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br