Cuiabá, 24 de Setembro de 2018

BEM LONGE DAS CONVENÇÕES

Quinta-feira, 12 de Julho de 2018, 21h:39 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Em reunião de Taques com servidores, cerimonial exalta qualidades e motiva voto

Marisa Batalha
Da Redação

(Foto: reprodução)

Screenshot_20180712-221312.png

 

Na noite desta quinta-feira (12), no bairro Santa Rosa, na Rua Grécia 110, os servidores da Secretaria de Estado de Educação que recepcionaram o governador tucano, Pedro Taques, foi no entanto para alguns comissionados, que optaram em não se identificar, temendo retaliação, quase uma convocação. Mesmo não sendo proibida por lei as reuniões nelas, no entanto, segundo as novas regras, não pode-se exaltar qualidades que configurem um chamamento ou motivação ao voto. Assim, Taques realizou antes das convenções do PSDB, reunião política - com um suposto chefe de cerimonial, que deixa bem claro a importância do Estado ter o gestor até 2022-, com a nítida intenção de assegurar votos para o tucano.

 

A maioria dos servidores que estava na reunião,  no bairro Santa Rosa, um dos bairros mais nobres da capital -, foram muito possivelmente 'cooptados' pelo ex-secretário Marco Marrafon que deixou a pasta  para disputar uma vaga na Câmara Federal. Marrafon teria sido o responsável pela reunião com os comissionados. 

 

Ao som de Raul Seixas [...Pedro onde vc vai eu também vou...], o governador é anunciado, ao modo das famosas reuniões políticas, com entusiasmadas palmas e alguns ficando  até  de pé. 

 

Após  entrar no salão saudando a todos, Taques já  com o microfone,  ainda pergunta se todos os servidores estariam dentro do salão.  Reitera ainda a pergunta, pedindo que "por favor, quem estiver do lado de fora, entrem para ouvi -lo".

 

O vídeo gravado por um dos servidores e passado com exclusividade para o Site Única News, revela que o governador pode estar se utilizando daquela velha frase: "faz o que eu falo, não o que eu faço".

 

Revelando assim, uma clara contradição ao que disse nesta quinta-feira, ao ironizar seus adversários por vídeos apócrifos que estão sendo disseminados pelas redes sociais, sobre suas promessas não cumpridas de campanha, que eles fazem qualquer coisa para vencerem.  "Eles fazem o diabo, eu não.  Eu não vendo minha alma".

 

A reunião política realizada na noite desta quinta-feira poderá causar uma grande dor de cabeça ao governador junto a Justiça Eleitoral,  caso seja entendido pelos magistrados que tenha havido o uso da máquina e exaltaçoes excessivas às qualidades de Taques, com um desejo implícito do voto, antes das convenções partidárias, ou seja antes que a virtual candidatura seja oficializada e homologada.

 

Um dos participantes da reunião - que saiu em defesa do gestor -, lembrou que o encontro teria sido fora do expediente, como outras reuniões que vêm sendo realizadas por Taques. E que, inclusive , esta em particular estaria sendo, inclusive, transmitida pelo Facebook do governador. 'E mesmo que tenha havido alguma exaltação aqui ou acolá de algum participante mais 'apaixonado ', não teria sido Taques quem teria pedido voto', ainda disse.

 

 

Veja o vídeo: 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Agosto 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br