Cuiabá, 21 de Agosto de 2018

QUEEN ELIZABETH

Terça-feira, 15 de Agosto de 2017, 08h:58 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Condomínio deve ter faixa desapropriada para retomada das obras do VLT

Da Redação

O condomínio Queen Elizabeth deve ter a desapropriação de uma faixa de terra para a retomada das obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), que ainda não tem data prevista. O edifício fica localizado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA) e tiveram decisão favorável entre o Governo de Mato Grosso e a Prefeitura de Cuiabá.

 

Reprofução

queen

 

De acordo com a decisão assinada pelo juiz titular da Segunda Vara Especializada de Fazenda Pública de Cuiabá, Márcio Aparecido Guedes, o Estado solicitou que o condomínio desapropriasse parte da sua fachada, pois segundo a solicitação, ocupa espaço de ordem pública.

 

No começo das negociações, foi solicitado que o condomínio retirasse apenas a grade de ferro da portaria, 10 palmeiras imperiais, grama da fachada e mais alguns objetos. Ao todo, ficariam em R$ 4.038,01 segundo avaliação realizada em 2013.

 

O juiz julgou procedente o pedido e concordou com o valor apresentado para que a indenização fosse paga. O acordo faz parte da cooperação técnica firmado entre o Estado e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit).

  

O   valor referente à área já foi depositado em juízo. No entanto, ainda não foi liberado para o condomínio. O condomínio pode recorrer da decisão.

 

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. julho 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br