Cuiabá, 18 de Outubro de 2018

"TIRO SAI PELA CULATRA"

Segunda-feira, 28 de Maio de 2018, 15h:06 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Botelho justifica pelo Facebook ponto facultativo na AL e recebe críticas de internautas

Elloise Guedes

(Foto: Reprodução/Web)

deputado eduardo botelho.jpg

 

Nem de longe o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), apontado pelo Gaeco, supostamente como um dos chefes da organização criminosa que teria desviado pelo menos R$ 30 milhões do Detran/MT - poderia supor que ao usar sua página no Facebook -, para anunciar ponto facultativo no parlamento estadual, nesta segunda-feira (28), por conta da paralisação dos caminhoneiros, receberia críticas tão ácidas. 

 

A mensagem do presidente despertou a indignação de caminhoneiros que acabaram tecendo comentários apimentados. 

 

Para a maioria dos internautas, a corrupção causa maior transtorno a vida da população, em clara referência ao fato dele [Botelho], de como político, estar sendo apontado pelo Ministério Público Estadual, como um dos envolvidos no esquema de licitações realizados no Detran.

 

Dentre os comentários, um deles [um caminhoneiro] chega a chamar a atenção do deputado democrata dizendo que - a paralisação não seria greve, mas manifestação -, ainda jogando sobre os políticos a responsabilidade dos tempos ruins vividos com a crise econômica, no Brasil. Lembrando que 'os transtornos irremediáveis' vem de muito tempo. 'Desde que vocês políticos começaram a pensar no próprio bem', desabafa o internauta.

 

Outro lembra ao parlamentar que quem causa 'transtornos' ao povo são os políticos, por olharem tão somente os próprios bolsos. '...Olham o que vocês fizeram com o Brasil. Vendem gasolina a R$1,50 para Bolívia e R$ 5,00 para nós. E ainda querem culpar os caminhoneiros...'

 

No texto postado pelo presidente da Assembleia ele revela que decretou ponto facultativo nesta segunda-feira, (28), na AL-MT, devido a paralisação dos caminhoneiros, que gerou a crise que atinge também o mercado de combustível.

 

Lembrando da reunião que participou neste último domingo (27), no Palácio Paiaguás, com as principais lideranças do Estado e do setor empresarial, como forma de encontrar uma solução pacífica para o problema que afeta a população.

 

'A greve dos caminhoneiros pode ser justa, mas não deve causar transtornos irremediáveis a vida de nossa gente!', ainda diz.

 

(Foto: Facebook)

Botelho-Facebook1.jpg

 

 

 

(Foto: Facebook)

Botelho-Facebook 2.jpg

 

 

 

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Setembro 2018

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br