Cuiabá, 14 de Outubro de 2019

POLÍTICA
Quinta-feira, 12 de Setembro de 2019, 15h:25

DE 12 PARA 49,5 M³

Botelho defende aumento de área de desmatamento proposto pelo Governo

Euziany Teodoro
Única News

JL Siqueira/ALMT

O Governo do Estado propôs e a Assembleia Legislativa aprovou, em primeira votação nesta quarta-feira (11), projeto de lei que aumenta de 12 para 49,5 metros cúbicos a área que pode ser desmatada, legalmente, por produtores rurais. Alguns deputados consideram a medida um incentivo ao desmatamento e ela ainda deve causar discussões.

De acordo com o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (DEM), o grande problema em Mato Grosso são os desmatamentos ilegais, por isso a necessidade de se regularizar.

“Vai dar discussão. O momento é de muita discussão sobre o meio ambiente. Alguns dizem que isso incentiva o desmatamento, mas o Governo veio com o sentido de evitar o desmatamento ilegal. Então aumentou a cota para ter condições de fazer dentro da cota e evitar a ilegalidade”, explicou o democrata.

Segundo ele, a medida não deve causar entraves comerciais ao Estado. “Acredito que não, porque não é uma grande quantidade (de aumento). É especifico para quem já está autorizado. O grande problema nosso é o desmatamento ilegal, que precisa de uma fiscalização maior. O projeto também prevê o replantio de árvores. O projeto veio com todas as análises técnicas da Sema (Secretaria de Meio Ambiente)”, defendeu.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE