Cuiabá, 21 de Novembro de 2017

SUBSTITUTO DE TAQUES

Quinta-feira, 09 de Novembro de 2017, 09h:08 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Botelho afirma que vai negociar greve do Detran quando estiver no Paiaguás

Da Redação

(Foto: AL-MT)

deputado eduardo botelho.jpg

 

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT), deputado Eduardo Botelho (PSB), afirmou que irá aproveitar o tempo em que estiver no comando no lugar do governador Pedro Taques (PSDB) para tentar negociar a greve dos servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que já dura 60 dias.

 

Botelho assume o lugar de Taques, quando ele e o vice-governador Carlos Fávaro (PSD), estiver em viagem.

 

“Não iremos fazer nada de aumento. Somente pagar a Revisão Geral Anual (RGA) e as progressões previstas. Mesmo assim, ainda temos R$ 800 milhões a mais para pagar”, frisou.

 

Uma das propostas que Botelho quer apresentar aos servidores seria o reajuste salarial passar a valer apenas em 2019, pois o Governo não tem condições financeiras para arcar com esses novos custos já no próximo ano.

 

“Precisamos ter consciência que o Estado não tem mais como fazer nada esse ano que está terminando nem no ano que vem. Os duodécimos dos poderes estão em atraso, além  disso ainda temos possibilidade de escalonar os salários dos servidores a partir deste mês”, afirmou.

 

Botelho entra no comando no dia 14 de novembro e deve permanecer até o dia 15 de novembro, quando Taques e Fávaro retornam da Alemanha.

 

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Outubro 2017 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br