Cuiabá, 18 de Setembro de 2018

AÇÃO ENTRE PAÍSES

Quarta-feira, 06 de Junho de 2018, 15h:31 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Bolívia autoriza voo comercial entre Cuiabá e Santa Cruz de La Sierra

Da Redação

(Foto: Gcom-MT)

Governador - Taques - Evo Morales.jpg

 

O governo boliviano autorizou a operação de voos diretos entre Cuiabá e Santa Cruz de La Sierra. A comunicação foi feita nesta quarta-feira (06).

 

O documento foi enviado ao Governo de Mato Grosso pelo ministro de Obras e Serviços Públicos da Bolívia, Milton Claros Hinojosa, e mostra que no último dia 1º de junho, a empresa Azul Linhas Aéreas foi autorizada a realizar a operação de voos comerciais entre os dois países.

 

Com a autorização, a Azul poderá operar voos diários entre Cuiabá e Santa Cruz de La Sierra, que é a cidade mais populosa da Bolívia. Os voos possibilitarão integração ainda maior entre os Brasil e os países andinos, incrementando o turismo e o comércio.

 

O governador Pedro Taques comemorou a notícia. Em maio do ano passado, ele esteve com o presidente boliviano, Evo Morales, pedindo celeridade na questão.

 

“Esta rota é extremamente esperada para o Estado de Mato Grosso em razão da ampliação das oportunidades de turismo e de negócios entre Brasil e Bolívia, especialmente a região Centro-Oeste brasileira, aumentando a relação de irmandade entre estes dois países”, disse o governador.

 

O governador agradeceu o empenho dos deputados federais, equipe de Governo, e ao ministro boliviano pelo esforço em concretizar esse projeto e promover a integração regional.

 

Desde 2015, ainda no primeiro ano de gestão, Mato Grosso tem trabalhado no sentido de fortalecer as relações com o país vizinho. Em 2016, o Estado realizou a Caravana da Integração que saiu de Cuiabá, cruzou a Bolívia e o extremo-norte do Chile até chegar em Arequipa, no Peru. O objetivo foi buscar novas saídas para a produção mato-grossense e aumentar as relações comerciais.

 

As tratativas para que a Azul Linhas Aéreas operasse a rota iniciaram em 17 de junho de 2016, quando o governador assinou um protocolo de intenções em que a empresa se comprometia a fazer os estudos para saber a viabilidade do voo.

 

Com o resultado positivo, começou então o processo de liberação. O próximo passo para que os voos sejam operados é a liberação pelo Governo Brasileiro, via Polícia Federal, que já está em trâmite.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Agosto 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br