Cuiabá, 25 de Setembro de 2018

QUEBRANDO O SILÊNCIO

Domingo, 04 de Março de 2018, 14h:11 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Ao contra-atacar críticas, Taques chama opositores de fracassados

Marisa Batalha

(Foto: Gcom-MT)

CÁCERES -Tancredo neves.jpg

 

O chefe do Executivo estadual, o tucano Pedro Taques, que comumente opta em não responder os recados que lhe são enviados pela oposição, desta vez não deixou por menos e contra-atacou, chamando seus adversários de fracasssados, nas atividades do segundo dia da Caravana da Transformação, quando inaugurava a reconstrução de seis quilômetros da Avenida Tancredo Neves, em Cáceres, neste último sábado (03).

 

O governador tucano ainda revelou que não faz esquemas como alguns que ele conhece, saudosistas do governo anterior, ao responder às críticas de alguns adversários políticos que o tem chamado de autoritário e de realizar uma gestão sem um olhar mais político. 

 

Acompanhado de parte de seu staff, o gestor tucano também revelou que seus advsersários podem reclamar a vontade. Podem dizer que ele não conversa, que sempre está de cara feia, mas não podem dizer que ele[Taques] não está transformando Mato Grosso. 'Pois isso nós estamos fazendo'.

 

A resposta dada aos seus opositores, foi lembrada quando o governador comemorava mais uma obra concluída, como a avenida Tancredo Neves, que custou R$ 6 milhões e foi executada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra). Fazendo assim questão de reivindicar para o seu governo a realização da obra, reforçando que é desta forma que ele governa, transformando o Estado.

 

“Quem fez essa avenida foi o governo de Pedro Taques. E aqueles que reclamam, aqueles que, aliás, vão continuar reclamando, podem reclamar a vontade. São fracassados e não conseguem fazer uma coisa que presta e só reclamam. Essa avenida é a demonstração que é possível fazer e não adianta ficar de cara feia. Nós vamos transformar Mato Grosso. Nós estamos construindo um futuro muito melhor”, completou o tucano.

 

Lembrando ainda em seu discurso que os governos anteriores abandonaram Cáceres, se referindo as gestões dos ex-governadores Blairo Maggi (PP) e Silval Barbosa.

 

“Esta avenida foi construída no governo Júlio Campos de 82 à 86 e deixaram ela acabar. Na campanha de 2014, eu falei que iria arrumar esta rodovia. Eu assumo compromissos e cumpro. Esta obra é a maior de Cáceres depois do governo de Dante de Oliveira, porque abandonaram Cáceres”, concluiu.

 

A visita a Cáceres também deixou evidente a aproximação de Taques com o PRB da ex-senadora Serys Slhessarenko, pré-candidata a deputada federal. A sigla também deve abrigar o chefe da Casa Civil Max Russi (PSB), que se articula pela reeleição a Assembleia. O PRB é uma das siglas que Taques tem buscado “amarrar” para apoio ao próprio projeto de reeleição. Além disso, o governador já garantiu apoio do PPS, do Solidariedade e deve manter a aliança com o PSD do vice Carlos Fávaro.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Agosto 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br