Cuiabá, 20 de Janeiro de 2020

POLÍTICA
Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019, 16h:46

DECISÃO INÉDITA

Agricultor terá que pagar dívida de R$ 12 milhões, mesmo em recuperação judicial

Única News
Com Assessoria

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso ordenou o prosseguimento de uma ação de execução de dívida milionária contra o agricultor Alessandro Nicolli, que está em processo de recuperação judicial desde o início do ano.

A dívida é referente a contrato de compra e venda de uma fazenda que não foi paga. A ação foi proposta durante o período da recuperação judicial e, inicialmente, o Juízo da 1ª Vara Cível da Comarca de Colíder (a 648 km de Cuiabá), atendeu a recurso de Nicolli e havia suspendido o andamento da ação.

No entanto, depois da manifestação da parte credora, representada pelo escritório de advocacia Pio&Pio Advogados Associados, sediado em Cuiabá, houve o julgamento do recurso com a ordem de prosseguimento da ação. Agora, caso não seja feito o pagamento voluntário da dívida, de mais de R$ 12 milhões, a justiça poderá mandar bloquear as contas bancárias do agricultor, além de penhorar veículos, tratores e implementos agrícolas, assim como da lavoura de soja, cujo plantio já se iniciou.

(Foto: Divulgação)

PIO E PIO ADVOGADOS

 advogado Izonel Pio

“Esse desfecho processual é inovador, já que a regra é que todas as dívidas da pessoa em recuperação judicial fiquem suspensas, ao passo ainda que, sendo aprovado o plano de recuperação, haja deságio de até 70% no valor, com parcelamentos que chegam a 10 anos”, explica o advogado Izonel Pio.

O processo agora aguarda o prazo de três dias para que Alessandro Nicolli efetue o pagamento da dívida de forma espontânea, sob pena de efetivação dos atos de penhora.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE