Cuiabá, 21 de Outubro de 2018

ALUNOS FILMARAM O ATO

Sexta-feira, 06 de Julho de 2018, 07h:23 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Servidor é investigado por ter relação sexual com aluna em sala de aula

Claryssa Amorim

(Foto: divulgação)

escola lucas.jpg

 

Um servidor da Escola Estadual Ângelo Nadin, em Lucas do Rio Verde (a 360 km de Cuiabá), está sendo investigado por suspeita de manter relação sexual com uma aluna, de 16 anos. O servidor efetivo, que não teve a identidade divulgada, segundo alguns alunos, ele mantinha a relação em troca de melhorar as notas da adolescente.

 

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), ele está respondendo a um Processo Administrativo (PAD). Informou ainda que o Conselho Deliberativoda Comunidade Escolar está apurando o ocorrido e que o servidor está em período de férias, mas será notificado sobre o PAD.

 

Segundo informações, alunos da escola que denunciaram à diretora, quando flagaram o servidor e a aluna em ato sexual dentro de uma sala de aula que estava fechada, no dia 28 de junho, mas conseguiram ver por uma fresta da janela. 

 

Os alunos que filmaram o ato, levaram até o diretor da unidade escolar. O diretor e professor Fernando Zílio, comentou que os funcionários da unidade se sentem constrangidos pelo ocorrido e que já está sendo tomada as devidas providências. Ele ainda diz que junto com a filmagem dos alunos, foram capturadas imagens da câmera do circuito interno da escola também para ser anexado ao processo. 

 

"a partir de agora a Secretaria de Educação do estado poderá tomar diversas medidas. Comprovada a denúncia, o servidor envolvido poderá ser transferido de escola ou até mesmo ser exonerado do cargo que ocupa de maneira irreversível”

 

A Seduc confirmou que após análise e investigação do ocorrido, o servidor poderá ser transferido ou até mesmo exonerado, impedido assim de exercer o cargo público por cinco anos. Ainda conforme a Seduc, professores, alunos próximo da menina e pais foram chamados para prestarem depoimento e contribuirem com as investigações. 

 

O site Única News não conseguiu contato com a defesa do servidor. A Polícia Civil informou que não sabe informar se foi aberto uma investigação sobre o fato na polícia. 

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Setembro 2018

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br