Cuiabá, 14 de Novembro de 2018

EM CUIABÁ

Sexta-feira, 03 de Agosto de 2018, 08h:45 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Quadrilha que roubou R$ 340 mil de banco durante dois dias vira alvo de operação

Da Redação

(Foto: Divulgação)

operação

 

A Polícia Judiciária Civil (PJC) cumpre na manhã desta sexta-feira (3), 9 mandados de busca e apreensão contra alvos suspeitos do furto praticado na agência do Banco do Brasil, em 1° de julho deste ano.

 

Os ladrões entraram no banco no sábado 30 de junho. A Polícia Militar só foi acionada no começo da noite de domingo (1º de julho) e fez uma varredura na região, bloqueando a Avenida Getúlio Vargas, mas nenhum envolvido no crime foi localizado.

 

Parte da estrutura física do local foi danificada pelos criminosos que deixaram salas totalmente reviradas e cofres cortados. Algumas ferramentas foram usadas para arrombar. Buraco na parede foi deixado. Os bandidos entraram pelo telhado na unidade e permaneceram por ao menos 2 dias.

 

A investigação, desenvolvida dentro da força-tarefa com a Polícia Federal, aponta que ao menos cinco suspeitos estão envolvidos no furto a agência bancária. Eles são investigados em inquérito de furto qualificado e associação criminosa.

 

(Foto: PJC-MT)

recado dos malandros

 

 

Foram subtraídos do banco aproximadamente R$ 340 mil em espécie, mais uma quantia em moeda estrangeira ainda não contabilizada.

 

As investigações são coordenadas pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) em conjunto com a Polícia Federal.

 

A delegada Juliana Chiquito Palhares, que passou a integrar a equipe da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), informou que denúncias ajudaram na identificação dos cinco suspeitos, sendo que um deles é autor de dois furtos a bancos ocorridos neste ano, em uma mesma agência em Cuiabá, e outros três suspeitos também têm passagens por outros crimes.

 

Os nomes dos investigados não serão revelados neste momento, em razão da operação objetivar arrecadar outras provas contra os investigados.

 

A operação Vendaval contou com o apoio de policiais civis da Gerência Estadual de Polinter e da Gerência de Operações Especiais (GOE).

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Outubro 2018

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br