Cuiabá, 19 de Julho de 2018

FACILIDADE NO SISTEMA

Segunda-feira, 30 de Abril de 2018, 11h:48 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Promotora faz severas críticas ao sistema prisional de MT, após a operação Regressus

Da Redação

(Foto: divulgação)

marcelo vip.jpg

 

Após a operação Regressos deflagrada na última quinta-feira (25), pela pela Gerência de Combate ao Crime Organizado, promotora de justiça Josiane Carvalho Guariente revelou à imprensa que o sistema prisional em Mato Grosso tem sido atrativo para presos de outros estados, devido à facilidade e forma de progressão de pena. Já que não há estrutura para regime semiaberto no estado e o preso passa a ter liberdade, sendo monitorado apenas por tornozeleira eletrônica.

 

Josiane é responsável pela ação que desencadeou a Regressos e que prendeu o maior estelionatário do país, Marcelo Nascimento da Rocha, conhecido por 'Marcelo Vip', e o traficante Márcio Batista da Silva, conhecido como Dinho Porquinho, ambos do Rio de Janeiro e que pediram transferência para Mato Grosso.

 

Na declaração da promotora, ela afirmou que, “Mato Grosso é vulnerável porque não tem estabelecimento que se destine para cumprimento da pena no regime semiaberto. O regime semiaberto tem que ser cumprido nas chamadas colônias agrícolas ou industriais e estabelecimentos similares. De certa forma, isso é atrativo para a pessoa de outros estados virem cumprir pena em Mato Grosso. Porque ficam monitorados pela tornozeleiras, mas não ficam recolhidas em unidades prisionais”.

 

Os acusados, Marcelo e Márcio conseguiram vir para Mato Grosso, enganando o Judiciário, alegando vínculo com empresas de fachada no Estado.

 

De acordo com as informações, o ex-assessor da 2ª Vara Criminal, Pitágoras Pinto de Arruda, também foi preso na investigação sobre fraudes em progressões de penas, ele teria usado senhas restritas do Judiciário e falsos atestados para efetuar a progressão de pena de presos de forma ilegal, pela propina de R$ 15 mil, cada caso. A polícia investiga 35 procedimentos de progressão de pena.

 

Conforme a promotora, a forma como eles conseguiram enganar a Justiça está sendo verificada e ações de regularização estão sendo tomadas. Macelo Vip e o Márcio devem ser recambiados para o sistema prisional do Rio de Janeiro.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Junho 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br