Cuiabá, 19 de Dezembro de 2018

CRIANÇA DE 2 ANOS

Segunda-feira, 11 de Junho de 2018, 14h:20 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Polícia resgata menina das mãos de mãe que a mantinha refém com uma faca no pescoço

Claryssa Amorim

(Foto: Polícia Militar)

REFÉM MÃE.jpg

 

Uma mãe suspeita de fazer a filha de 2 anos refém com uma faca de serra dentro de casa, neste domingo (10), em Alto Paraguai (a 219 km de Cuiabá). De acordo com a Polícia Militar, a mãe de 26 anos teria tentando matar a própria filha, após uma discussão que teve com o marido. 

 

Conforme ainda a polícia, a mãe estava descontrolada ameaçando e assustando a criança que não entendia o momento. Os militares informaram que a Polícia Militar foi acionada pela avô da criança que estava na residência no momento da briga. Ao acionar à polícia, ela informou que a filha fazia sua neta de refém com uma faca no pescoço.

 

Mesmo com a presença da polícia, a mãe continuou declarando que iria matar a filha e com quase uma hora depois, os militares conseguiram imobiliza-lá. Em um momento de distração da suspeita, um policial agiu de forma rápida segurando a mão da mãe.

 

A suspeita ainda teria resistido ao policial tentando segurá-la e com a ajuda de outros militares conseguiram algemar e resgatar a menina sem nenhum corte. 

 

(Foto: Polícia Militar)

REFÉM MÃE2.jpeg

 

De acordo com a PM, ao chegarem no local, o cenário era a mãe com uma faca apontada para a filha no colo e que para tentar afastar os policiais, ela furava um colchão com a faca a todo instante. A polícia disse ainda que com a situação, a criança estava assustada e chorando muito e que a mãe não se comoveu e mostrava que tiraria a vida da filha.

 

Conforme relatos da avó, durante as ameaças, a suspeita encostava a faca na barriga da menor com mais de 15 minutos. No corpo dela, ficou marcas avermelhadas da agressão.

 

Para a polícia, a suspeita disse que é casada e tem outra filha de 7 anos, porém, só a mais nova é filha dele. Segundo ela, eles estavam brigando constantemente por causa da sua outra filha que ele "não aceita". Com isso, em uma das discussões, ele teria batido nela pegando a faca para se defender, mas ele não teria resistido. Assim, para sensibilizá-lo, pegou a filha de sangue e começou a delcarar que iria matá-lo. Antes que a polícia chegasse, o marido dela fugiu.

 

A suspeita foi presa e encaminhada para a Delegacia da Polícia Civil de Diamantino (a 209 km de Cuiabá). Em decorrer do fato, a criança está sob a tutela do Estado com cuidados do Conselho Tutelar do município.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Nov 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br