Cuiabá, 23 de Junho de 2018

INSEGURANÇA PÚBLICA

Terça-feira, 13 de Março de 2018, 11h:25 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Número de roubos no centro causa reunião com secretário de Segurança

Da Redação

(Foto: Reprodução/Web)

centro de cuiabá.jpg

 

O crescente número de roubos e furtos registrados principalmente na área central da capital mato-grossense levou Nelson Soares Junior, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), de Cuiabá, a se reunir nesta última segunda-feira (12), com órgãos responsáveis pela segurança pública, no sentido de se buscar uma solução para o problema. 

 

Der acordo com Nelson, que seu reuniu com o Gerson Lintzimayer, presidente do Conselho de Segurança (Conseg) que abrange a Região do Centro e Porto, juntamente com demais entidades representativas do comércio, a insegurança na região central de Cuiabá, está causando preocupação ao setor que tem sentido a queda de clientes nas compras de seus produtos, devido à insegurança que começa a reinar no centro da cidade.

 

No encontro - que ocorreu na Secretaria de Estado de Segurança Pública -, com a presença do secretário da pasta, Gustavo Garcia, foi apresentado um “Relatório de vulnerabilidades que contribuem com a insegurança pública e aumento da criminalidade no centro histórico e bairro do Porto em Cuiabá”, pelo comandante da 1º CIA da Polícia Militar, major Gilcimar. 

 

O documento foi elaborado em parceria com o Conselho de Segurança Pública com objetivo de se apresentar ações integradas com outros órgãos, como por exemplo, secretarias municipais de Assistência Social e Infraestrutura.

 

O relatório apresentado foi divido por regiões, sendo que conforme o levantamento realizado, a zona mais critica em termos de criminalidade seria a Praça Conde de Azambuja, mais conhecida como Praça da Mandioca, na sequência vem o Beco do Candeeiro e o Parque Municipal Antônio Pires de Campos, o “Morro da Luz”, seguido de outros. Para cada uma das regiões foram apresentados os principais problemas e sugestões de ações.

 

Conforme o presidente da CDL Cuiabá, as discussões realizadas na reunião podem se tornar boas alternativas no enfrentamento aos roubos e furtos e,a ssim, tentar diminuir o alto índice de crimes nessas regiões. 

 

'Grande parte dos problemas que nos foi apresentado, pode ser solucionado com o empenho do poder público municipal e, claro, com nossa união, enquanto comerciantes'.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Maio 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br