Cuiabá, 20 de Novembro de 2018

TIROTEIO NA UPA

Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2018, 19h:01 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Mulher e bebê de seis meses estão em estado grave no Pronto Socorro

Daffiny Delgado

PRONTO SOCORRO CUIABÁ

 

O bebê identificado como V.H.C.M., de apenas seis meses, e Dayane da Silva Romão, de 33 anos, que foram baleados na tarde de terça-feira (13), quando bandidos armados tentaram resgatar um preso que estava aguardando atendimento médico, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Morada do Ouro, estão internados em estado grave no Pronto-Socorro de Cuiabá.

 

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Militar, a criança passou ainda ontem por uma cirurgia, além do tiro a criança está com pneumonia. As duas vítimas foram atingidas na região do tórax, e estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital.

 

Durante o tiroteio outras três pessoas também foram baleadas. Conforme o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Mato Grosso João Batista, o agente penitenciário Dirley de Pinho Pedro, de 34 anos, que foi baleado na perna está bem e aguardando cirurgia.

 

"Eu estou a caminho do hospital para acompanhar Dirley. Pelo que soube, quando falei com a família pelo telefone, ele está aguardando um médio especialista avaliar a situação para ver a possibilidade da retirada do projétil da perna dele", afirmou.

 

 

Os demais baleados, a enfermeira Rosemeire Sousa da Silva, de 51, com um disparo na perna, e Estefani Camargo Santos, 22, mãe do bebê - passam bem. Ainda conforme a assessoria Rosemeire já teve alta na manhã desta quarta-feira (14).

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Outubro 2018

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br