Cuiabá, 12 de Dezembro de 2017

EM CUIABÁ

Segunda-feira, 27 de Novembro de 2017, 19h:00 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Ex-policial é preso por carro roubado e documentos falsos

Da Redação

(Foto: PJC/MT)

carro adulterado

 

A Polícia Civil prendeu um ex-policial militar, exonerado da instituição pelo crime de tráfico de drogas, nesta segunda-feira (27), por adulteração de sinal identificador de veículo e uso de documento falso.

 

Primeiro a polícia prendeu um veículo furtado, na última sexta-feira (24). Na ocasião, a proprietária do veículo, um EcoSport, trafegava por volta volta das 23h30, nas proximidades do bairro Consil, quando foi surpreendida por quatro homens em um carro prata. Dois deles desceram armados, pediram para que a vítima saísse e fugiram do local levando seu veículo.

 

A ecoSport branca, placas de São Paulo, foi localizada bairro CPA II. Durante a checagem veicular, foi constatado que a placa pertencia a outro  automóvel, pois não era correspondente ao chassi.

 

O condutor foi identificado como J.V.S.A., ele disse aos policiais que era dono de um lava jato e estaria indo devolver o carro para o proprietário. A equipe acompanhou J. até a casa de seu cliente e no local foram atendidos por um homem identificado como Jean Carlos Ribeiro Barcelos Ferreira, que confirmou a versão do proprietário do lava jato. Jean que é ex-policial militar, exonerado da instituição pelo crime de tráfico de drogas.

 

Indagado pelos policiais da  Especializada sobre o fato do veículo se tratar de produto de furto, o ex-PM alegou que comprou o carro de um homem conhecido como Rogerinho, no bairro Dom Aquino, pela quantia de R$ 20 mil. O restante pagaria de forma parcelada.  

 

Após o acordo, o ex-policial alegou que não teve mais contato com o vendedor e  que estava em posse do EcoSport  há cerca de 1 ano.

 

O documento do veículo, apresentado pelo suspeito, aparentava grosseiros sinais de falsificação e foi apreendido acompanhado de uma funcional da Polícia Militar.

 

Jean afirmou que o documento era cópia da versão original. Ele responderá pelos crimes de receptação, adulteração de sinal identificador de veículo e uso de documento  falso.

 

O preso foi será apresentado em audiência de custódia. (Com informações da assessoria)

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Novembro 2017 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br