Cuiabá, 17 de Agosto de 2019

POLÍCIA
Domingo, 10 de Fevereiro de 2019, 11h:08

DENTRO DE CARRO

Empresário investigado em operação por sonegação fiscal é morto com 5 tiros

Da Redação

(Foto: Divulgação/PJC)

O empresário Wagner Florêncio Pimentel, de 47 anos, alvo da operação "Crédito Podre" - que investiga esquema de sonegação de R$ 140 milhões no Estado -, foi assassinado a tiros na noite deste sábado (9), no bairro Jardim das Américas, em Cuiabá. 

Na investigação, ele era apontado como um dos líderes da quadrilha de esquema de sonegação.

Wagner usava tornozeleira eletrônica e foi morto dentro do seu carro, modelo Renault Sandero, em bairro nobre da Capital. Ele levoum cinco tiros na rua Brasília. Vários tiros ficaram marcados no carro. Além disso, foi encontrada uma quantia de R$ 1,6 mil em uma sacola dentro do veículo. 

Segundo informações, dois suspeitos estavam em uma moto e efetuaram os disparos. Ainda não há identificação dos suspeitos. 

Wagner é investigado por liderar um esquema de sonegação de impostos, que utilizava empresas de fachada para sonegar impostos. Ele chegou a ser preso em 2018 e foi solto com medidas cautelares, como o uso de tornozeleira, proibição de frequentar a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) e também de se sair do Estado.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE