Cuiabá, 23 de Janeiro de 2019

POLÍCIA
Terça-feira, 15 de Maio de 2018, 08h:07

PRONTO SOCORRO

Empresário morre com suspeita de influenza H1N1 em Várzea Grande

Da Redação

(Foto: divulgação)

h1n12.jpg

 

O empresário, Wagner Api, de 32 anos, morreu com suspeita de ser por influenza A, que é a H1N1, no Pronto Socorro de Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá). Wagner estava internado desde o dia 20 de abril, mas não resistiu e morreu nesta segunda-feira (14). O empresário deixou esposa e um filho.

 

A Prefeitura de Várzea Grande confirmou que no dia 28 de abril foi encaminhado um exame de sangue do paciente para laboratório Central de Cuiabá para confirmar a gripe. Porém, a previsão para o resultado ficar pronto é de 30 dias.

 

O empresário chegou a unidade de saúde com sintomas de uma forte gripe e dor no peito. Nos primeiros dias, o médico diagnosticou com suspeita de vírus H1N1. Ele ficou internado em um leito de isolamento e, mantendo afastado para evitar a trasmissão à outras pessoas.

 

“Todos os procedimentos padrão foram seguidos, conforme normas do Ministério da Saúde. Foram feitos os procedimentos de esterilização da área em que o comerciante estava internado, além de limpeza intensa na unidade”, disse a assessoria.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


.LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO



VÍDEO PUBLICIDADE