Cuiabá, 11 de Dezembro de 2019

POLÍCIA
Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019, 17h:31

OPERAÇÃO DA PM

Durante o feriado, dois são presos por embriaguez e 397 são multados por irregularidades

Única News
Com Assessoria

(Foto: PM-MT)

Durante operação no fim de semana prolongado pelo feriado da Proclamação da República (dias 15, 16 e 17), o Batalhão de Polícia Militar Rodoviário prendeu dois motoristas por embriaguez, aplicou 397 multas e removeu 28 veículos por falta de condições de tráfego, falta de documentação, entre outras irregularidades.

Durante esse período, os policiais do BPMTran fizeram 215 testes com etilômetro (bafômetro) para medir a alcoolemia, ou seja, os percentuais de concentração de álcool na corrente sanguínea dos motoristas abordados. Também prenderam uma pessoa por receptação e registraram um acidente na MT-040, onde um caminhão bateu em um poste.

Já as duas prisões por embriaguez ocorreram no dia 15 (feriado) e no domingo (17). A primeira prisão foi na MT-251, de acesso a Chapada dos Guimarães, no KM-23, por volta das 13hs. A abordagem do motorista W.J.S.(53) ocorreu após denúncia de que um veículo modelo Siena havia batido em outro carro, no sentido Chapada-Cuiabá, e fugido do local.

Parado pelos policiais, ele se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas apresentava sinais de embriaguez, como olhos avermelhados, fala desconexa, cambaleava e forte odor etílico. O acidente não teve vítimas.

Em Cuiabá, dia 17, a prisão ocorreu na Avenida das Torres, na altura do bairro Renascer, durante bloqueio policial. Nesse local foi detido o motociclista J.L.S. (41), que pilotava uma CG-150. O teste de bafômetro dele apresentou 0,36mg/l de álcool.

Ambos os condutores foram detidos e levados para Central de Flagrantes do Cisc Verdão, em Cuiabá, sendo entregues às equipes plantonistas da Polícia Judiciária Civil.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE