Cuiabá, 19 de Março de 2019

POLÍCIA
Quarta-feira, 13 de Março de 2019, 19h:41

OPERAÇÃO TERRA A VISTA

Cinco presos por fraude na Sema têm prisão revogada e são liberados

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Divulgação/PJC)

Cinco pessoas que foram presas na manhã desta quarta-feira (13), na operação Terra à Vista, deflagrada em 22 municípios, tiveram a prisão revogada, após audiência de custódia.

A operação investiga fraude ambiental que desviou mais de R$ 150 milhões dos cofres públicos. Foram cumpridos 128 mandados de prisão e 12 de buscas e apreensão. Os alvos são engenheiros florestais, ex-servidores da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e representantes legais e operacionais.

Tiveram as prisões revogadas envolvidos de Cuiabá e Várzea Grande: Theophilo Nelson Cunha Sobierai, Edmilson Rodrigues da Silva, Dambros André Sbizero, Fernando Alécio Costa e Alex Sandro de Medeiros Nascimento.

Já Juliana Aguiar da Silva continua presa temporariamente e será ouvida somente nesta quinta-feira (14).

A operação iniciou, em 2014, após um inquérito policial conduzido pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) com o  objetivo de investigar uma organização criminosa que atuava na Sema, fraudando o Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais (Sisflora).

Segundo a Polícia Civil, a Sema descobriu um esquema de fraude no sistema na criação de créditos florestais, beneficiando diversas empresas do ramo madeireiro e terceiros, sendo com a inserção de dados falsos no sistema.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE