Cuiabá, 24 de Junho de 2019

POLÍCIA
Quarta-feira, 22 de Maio de 2019, 17h:44

ESPANCOU, VIOLENTOU E MANTEVE EM CÁRCERE

Acusado de agredir filha de Luiz Pagot se entrega à Delegacia da Mulher

Fernanda Nazário e Euziany Teodoro
Única News

Mídia News

Breno Pereira Alves, acusado de espancar, violentar sexualmente e manter em cárcere privado Vanessa Ostrowiski Pagot, filha do ex-secretário de Estado de Infraestrutura, Luiz Antonio Pagot, se entregou na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, na tarde desta quarta-feira (22).

Breno estava foragido da Justiça desde segunda-feira (20), quando a juíza da Primeira Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, Ana Graziela Vaz de Campos Alves Corrêa, expediu mandado de prisão preventiva contra ele. Neste momento, ele segue com o advogado até o Fórum.

Vanessa e Breno tiveram um relacionamento até o final do ano passado, mas reataram o namoro no dia 04 de maio deste ano, quando ocorreram as agressões. Eles estavam na casa de Breno, que se irritou com a parceira por ciúmes e a trancou em casa, impedindo que ela saísse.

Breno era prestador de serviços a uma empresa de tecnologia de software de Cuiabá. Segundo o proprietário da empresa, que preferiu não se identificar, foi veiculado na imprensa que o agressor seria o dono da empresa, o que não é verdade. “Ele era apenas prestador de serviços".

O proprietário procurou o site Única News para explicar esse desencontro de informações, preocupado que essa distorção possa prejudicar a imagem da empresa, que está há 12 anos no mercado. “Temos muitos clientes, dentro e fora de Mato Grosso, 35 funcionários, 35 famílias que dependem daqui”, acrescentou.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE