Cuiabá, 23 de Junho de 2018

ENTERRADA VIVA

Sexta-feira, 08 de Junho de 2018, 11h:51 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Recém-nascida respira por aparelhos e deve passar por cirurgia

Elloise Guedes

(Foto: Abelha Táxi Aéreo)

bebe indigena

 

A recém-nascida índia enterrada viva pela bisavó na terça-feira (4), em Canarana (a 838 km de Cuiabá), o estado de saúde apresentou piora, devido a uma insuficiência respiratória. Ela respira com ajuda de aparelhos e segundo a direção da Santa Casa de Misericórdia, a bebê deve passar por uma cirurgia. 

 

De acordo com a nota do hospital, divulgada nesta sexta-feira (8), a recém nascida apresentou insuficiência respirátória em recorrência dos sangramentos digestivos, além do agravamento das escórias renais. Ela passará pela intervenção cirúrgica para passagem de catéter de tencoff para realizar diálise peritonial. 

 

Ela foi internada imediatamente no Hospital Regional de Água Boa (a 736 km de Cuiabá) e transferida na quarta-feira (6) para a Santa de Cuiabá, por meio de UTI Neonatal aérea. 

 

Após ser transferida, segundo a diretoria do hospital, o estado de saúde da menina era parcialmente grave, pois houve um distúrbio de coagulação do sangue, além de sangramento via oral e anal, por conta de uma hemorragia digestiva, porém, na manhã desta sexta-feira, o quadro agravou.

 

A índia recém-nascida com menos de 24 horas de vida, foi resgatada após 7 horas enterrada viva, na terça-feira, em Canarana. Segundo a Polícia Militar, a mãe de 15 anos, relatou que ao dar à luz no banheiro de sua residência, a menina teria caído no chão e acreditou que estaria morta.

 

A bebê enterrada viva está sendo acompanhada pelo Ministério Público Federal e Estadual de Mato Grosso. Segundo a conselheira tutelar do município, Jordilene Lopes, a criança está sob a tutela do Estado e não será adotada sem a decisão do Ministério Público Estadual.

 

O caso

 

A bisavó, Kutz Amin de 57 anos, da índia recém-nascida, foi presa em flagrante no mesmo dia, no município. Ela foi apontada como responsável por enterrar viva a criança. Ela vai responder por tentativa de homicídio.

 

Já na quarta-feira (6), foi realizada a audiência de custódia da bisavó no Fórum do município e o juíz decidiu manter a prisão da índia. De acordo com a Polícia Civil, ela foi encaminhada para o presídio de Nova Xavantina (a 651 km de Cuiabá).

 

 

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Maio 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br