Cuiabá, 21 de Setembro de 2019

CIDADES
Sexta-feira, 24 de Maio de 2019, 17h:41

APÓS 20 ANOS

Prefeitura publica edital para nova licitação do transporte coletivo

Fernanda Nazário
Única News

Prefeitura de Cuiabá

Após 20 anos do contrato vigente, a Prefeitura de Cuiabá abre licitação para contratar novas empresas que vão operar o transporte coletivo na capital. O edital foi publicado no Diário Oficial de Contas, que circulou nesta sexta-feira (25). A medida é uma promessa de campanha do prefeito Emanuel Pinheiro e é considerada um marco para a mobilidade urbana da capital.

O edital permanecerá aberto por 45 dias e garante ampla concorrência a empresas de todo Brasil, desde que as mesmas preencham todos os requisitos estabelecidos. A vencedora será aquela que apresentar toda a documentação necessária e o menor preço para a execução do serviço. O prazo da concessão é de 20 anos, prorrogáveis por mais 10.

Pinheiro comemorou a licitação em vídeo publicado nas redes sociais. Na gravação, ele diz que este é mais um passo importante para a humanização do transporte público em Cuiabá. “Após um minucioso e intenso estudo e muito trabalho, lançamos hoje o novo edital de licitação do transporte coletivo da nossa capital. E este é mais um compromisso de campanha que cumpro com a população cuiabana”.

O prefeito avisa que vai ser exigente. As novas empresas terão que se adequar à determinação de modernização e humanização no sistema. “Com ônibus novos, ar-condicionado, com todo conforto e acessibilidade que a nossa população tanto sonha e merece”, detalha.

O edital estava previsto para ser publicado no dia 15 deste mês, mas foi adiado pela Prefeitura, pois a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) optou por adotar cuidados antes de oficializar o trâmite, como a revisão dos estudos e do Termo de Referência.

O edital foi elaborado por uma comissão especial de licitação formada por representantes das secretarias de Mobilidade Urbana, Gestão e Procuradoria Geral do município.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




VÍDEO PUBLICIDADE