Cuiabá, 24 de Setembro de 2018

RECONHECIMENTO

Sexta-feira, 08 de Junho de 2018, 09h:54 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Policiais que resgataram bebê enterrada viva, são elogiados por Taques

Da Redação

(Foto: Christiano Antonucci/Gcom-MT)

pmshonra1.jpg

 

Cinco policiais militares e dois investigadores da Polícia Judiciária Civil (PJC) participaram de uma cerimônia com o governador Pedro Taques (PSDB), nesta quinta-feira (7), no Palácio Paiaguás, em Cuiabá. Os policiais foram elogiados por participarem do salvamento da recém-nascida indígena enterrada viva pela bisavó, na última terça-feira (5), em Canarana (a 838 km de Cuiabá).

 

Pedro Taques assinou uma nota elogiosa aos policiais e o documento deve ser publicado no Diário Oficial do Estado. A menção honrosa foi postulada na ficha funcional dos servidores e serve como referência para progressão de carreira. 

 

“Eles tiveram que tomar uma decisão de difícil entendimento, pois o respeito à cultura indígena é assegurado pela Constituição Federal, bem como o direito à vida e à integridade física, e vocês tomaram a decisão correta”, comentou o chefe do executivo estadual.

 

Taques recebeu o major PM João Paulo Bezerra do Nascimento, 3º sargento PM Edson Fernando Poll, 3º sargento Adenilto Santos Oliveira e os soldados PM Jabes Raoni Sturm Aroca e Henrique Galvão Ataídes. Também constam na nota os investigadores da Polícia Judiciária Civil Dicson Danillo Souza Moura e Patrícia Gouveia Franco, que participaram da ação para salvamento da criança.

 

(Foto: Christiano Antonucci/Gcom-MT)

pmshonra.jpg

 

O major João Paulo Bezerra do Nascimento disse que o denunciante foi fundamental para salvar a vida da criança, pois seis horas após o enterro do bebê ainda com vida, avisou a polícia do local onde estava, uma cova de cerca de 30 cm. A perícia que fica em Água Boa havia pedido para a Polícia Civil buscar o corpo, ele conta que foi uma surpresa aos policiais descobrir o bebê ainda com vida. “Foi um milagre”, descreveu o major. 

 

Também estiveram no gabinete do governador o secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Marcos Vieira da Cunha, o delegado geral da PJC, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, o diretor de interior da PJC, Wladimir Fransosi e o secretário-executivo da Sesp, Luiz Gustavo Tarraf.

 

O caso

 

(Foto: Polícia Militar)

WhatsApp Image 2018-06-06 at 07.55.38.jpeg

 

A índia recém-nascida com menos de 24 horas de vida, foi resgatada após 7 horas enterrada viva, na terça-feira, em Canarana. Segundo a Polícia Militar, a mãe de 15 anos, relatou que ao dar à luz no banheiro de sua residência, a menina teria caído no chão e acreditou que estaria morta.

 

A bebê enterrada viva, nesta terça-feira (5), em Canarana, será acompanhada pelo Ministério Público Federal e Estadual de Mato Grosso. Segundo a conselheira tutelar do município, Jordilene Lopes, a criança está sob a tutela do Estado e não será adotada sem a decisão do Ministério Público Estadual.

 

A bisavó, Kutz Amin de 57 anos, da índia recém-nascida, foi presa em flagrante no mesmo dia, no município. Ela foi apontada como responsável por enterrar viva a criança. Ela vai responder por tentativa de homicídio.

 

Já na quarta-feira (6), foi realizada a audiência de custódia da bisavó no Fórum do município e o juíz decidiu manter a prisão da índia. De acordo com a Polícia Civil, ela foi encaminhada para o presídio de Nova Xavantina (a 651 km de Cuiabá).

 

Ela foi internada imediatamente no Hospital Regional de Água Boa (a 736 km de Cuiabá) e transferida na quarta-feira (6) para a Santa de Cuiabá, por meio de 

 

Segundo a diretoria do hospital, o estado de saúde da menina é parcialmente grave, pois houve um distúrbio de coagulação do sangue, além de sangramento via oral e anal, por conta de uma hemorragia digestiva.

 

A diretoria do hospital informou ainda que a criança passa por exames para regularizar o quadro de saúde. 

 

A bebê ficou 7 horas enterrada e foi internada no Hospital Regional de Água Boa (a 736 km de Cuiabá). 

 

A transferência da recém-nascida do município de Água Boa para a capital, foi por meio de UTI aérea, com helicóptero do governo de Mato Grosso. 

 

Veja o vídeo do resgate:

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

MATÉRIAS RELACIONADAS


Edição Atual

Ed. Agosto 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br