Cuiabá, 25 de Maio de 2018

275 SUSPEITAS EM 14 DIAS

Sexta-feira, 11 de Maio de 2018, 10h:54 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Mais duas mortes por influenza são confirmadas em Mato Grosso

Da Redação

(Foto: Reprodu~ção

GRIPE INFLUENZA

 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou, nesta quarta-feira (10), mais duas mortes por influenza em Mato Grosso, somente este ano.  O último balanço, divulgado em abril, apontava três mortes pela doença.

 

De acordo com o boletim da Vigilância Epidemiológica do Estado, subiu de 102 para 275 casos suspeitos registrados, entre os dias 27 de abril e 10 de maio. Desse total, 61 casos de influenza foram confirmados.

 

Dos 275 casos registrados desde o início deste ano, 28 mortes suspeitas estão sendo investigadas, correspondendo a 10,18% do total.

 

Das 28 mortes, 1 já foi confirmada por influenza A não subtipado, outras 2 por influenza A H1N1, 1 por influenza A/H3 Sazonal, 1 por influenza B, 1 ignorado e 13 por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) não especificado. Além de 6 estar sob investigação.

 

Campanha

 

m Mato Grosso, a campanha de vacinação começou no dia 23 de abril. No entanto, o dia “D” na região metropolitana foi transferido e será em 19 de maio. Mas, no município de Cláudia, a 608 km de Cuiabá, o Dia D será 20 de maio. Nos demais municípios, o dia D está previsto para este sábado (12).

 

Mato Grosso já recebeu até agora 593 mil doses da vacina, o que representa 70% do total previsto para atender a demanda, que é de 850 mil doses para um público alvo de 773.050 pessoas.

 

A previsão do Ministério da Saúde é de que Mato Grosso receba mais 85 mil doses no início da próxima semana.

 

Prevenção


Lavagem das mãos com frequência, em especial ao retornar para casa, antes de preparar e/ou consumir qualquer alimento, antes de qualquer serviço, depois de tossir ou espirrar, após usar o banheiro; lavar os brinquedos das crianças com mesmo quando não estiverem visivelmente sujos; restringir contato de familiares portadores de doenças crônicas e gestantes com o doente; utilização de máscara pelo doente; evitar aglomerações de pessoas e ambientes fechados, em especial na época de epidemia; evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies; evitar sair de casa enquanto estiver em período de transmissão da doença (até 5 dias após o início dos sintomas); vacinação contra influenza para a prevenção da doença e suas consequências. 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Abril 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br