Cuiabá, 22 de Março de 2019

CIDADES
Sexta-feira, 01 de Junho de 2018, 13h:31

MARECHAL RONDON

Mais de 10 voos foram cancelados por falta de combustível

Claryssa Amorim

(Foto: Reprodução/Web)

AZUL-NO-AEROPORTO-DE-VÁRZEA-GRANDE-CUIABÁ.jpg

 

Mais de 10 voos foram cancelados por falta de combustível na manhã desta sexta-feira (1º), no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande (região metropolitana). Mesmo no 3º dia de encerramento da greve dos caminhoneiros, companhias aéreas têm enfrentado dificuldades de abastecer as aeronaves.

 

Da companhia aérea "Azul", 12 voos foram cancelados, devido o desabastecimento no aeroporto, segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

 

Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Derivado de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Sindipetróleo), a distribuição do combustíveis nos municípios e na capital mato-grossense, devem se normalizar na segunda-feira (4), devido o grande impacto que a greve causou.

 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na manhã desta sexta-feira, foi escoltada mais de 100 mil litros de combustível até o aeroporto. A Infraero informa que os voos já foram normalizados.

 

A companhia ainda informou que está acompanhando o abastecimento nos 53 aeroportos que administra, além do Marechal Rondon e busca junto aos órgãos públicos relacionados pelo setor para garantir a chegada dos caminhões de combustível.

 

Fim da greve

 

Ao completar 10 dias de manifestação, os caminhoneiros começaram a liberar os pontos de manifestação, na madrugada de quarta-feira (30), após forças de segurança deflagrar operação de desmobilização.

 

Segundo o superintendente da PRF em Mato Grosso, Aristóteles Cadidé, os policiais cumpriram determinação da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e os caminhoneiros foram "obrigados" a encerrar as manifestações e desmobilizar os bloqueios. 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE