Cuiabá, 18 de Julho de 2018

MELHORIAS NA SAÚDE

Segunda-feira, 07 de Maio de 2018, 11h:11 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Com pedágios de R$ 30 a R$ 50, índios bloqueiam rodovia e ameaçam PRF

Claryssa Amorim

(Foto: divulgação/PRF)

bloqueio índios2.jpg

 

Mais de 60 índios da etnia Nhambikwara bloqueiam o trânsito da BR-364, em Comodoro (a 677 km de Cuiabá), desde sexta-feira (4), para cobrar pedágio de motoristas que passam pelo local. Com madeiras no chão e flechas para intimidarem os motoristas, eles cobram melhorias no atendimento da saúde e nas estradas das aldeias. 

 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), eles estão cobrando pedágio no km 1243 da rodovia. Para impedir que a polícia seja rigorosa, os manifestantes estão usando crianças e mulheres para ficar entre eles.

 

(Foto: divulgação/PRF)

bloqueio índios4.jpg

 

A PRF informou que devido a presença de crianças não consegue por enquanto impedir o bloqueio, até porque também estão fazendo ameaças. A polícia ainda disse que no domingo (6), ao chegarem no local, eles foram recebidos de forma agressiva pelos índios. 

 

O valor de R$ 30 a R$ 50 varia para cada veículo, dependendo do tamanho e ainda com direito a recibo. Os Nhambikwara deram início às manifestações cobrando pedágio na rodovia há duas semanas, com intervalos de dois a três dias. Mas, na última quarta-feira (2), a Justiça Federal, por meio da 2ª Vara Federal de Cáceres (a 220 km da capital), determinou a desobstrução da via, sendo cumprido pela PRF.

 

(Foto: divulgação/PRF)

bloqueio índios4.jpg

 

De acordo com a Fundação Nacional do Índio (Funai), eles tiveram uma reunião com a PRF e lideranças indígenas, onde foi acordado a liberação do local. A Funai aceitou, porém, os índios cumpriram o acordo durante três dias apenas. Na reunião, os representantes da aldeia que estavam presentes, foram informados da decisão judicial e dos avanços no atendimento das reivindicações, sendo obrigados a liberar a rodovia.

 

Mesmo com a liminar da Justiça, os indígenas estão descumprindo a ordem com o novo bloqueio iniciado na sexta-feira. Segundo a PRF, o policiamento no trecho foi reforçado para tentar evitar conflitos e o Ministério Público Federal (MPF), a Advocacia-Geral da União (AGU) e a FUNAI foram acionados para ajudar a cumprir a decisão judicial.

(Foto: divulgação/PRF)

bloqueio índios.jpeg

 

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Junho 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br